tô falando de brasília

tô falando de brasília

nossa cidade nasceu de um sonho. planejada na geometria de suas formas, em concreto e em jardim. nascemos para ser lugar onde prédios dialogassem com árvores. uma cidade-parque. para  que quem aqui habitasse tivesse os olhos cheios de sombra e verde e, assim como nosso céu, achasse pausa para d e s a n u v i a r.

a superquadra experience nasceu para que mais e mais pessoas entendam o sonho para o qual fomos arquitetados. perceba e melhor, se perceba, dentro dessa história linda da cidade onde moramos.

há nas asas de brasília um lugar único no mundo ❤

a rota por dentro da superquadra modelo, entre a 308/108 sul, é um convite a viver nossos espaços no que eles tem de mais precioso: serem públicos.

ali a ideia é que a toda quadra fosse uma extensão da casa também. assim, como que no próprio quintal, crianças estudariam numa escola sem grades. em salas de aula que tem no lugar da parede uma janela. na volta para casa, uma pausa no parquinho. o colega de sala é também o vizinho. entre uma escorregada e outra, o olhar dos pais da vidraca. domingo de missa na igrejinha, toda colorida com os azul(ejos) de athos bulcão. fazer aula de artes na escola parque. grande, trocar esconde-esconde por um prosa debaixo do bloco. por um vinho na praça, entre arvores que enchem de verde o olhar.

IMG-20170706-WA0058

prosa nas árvores

a superquadra é lugar para suspirar. claro, a gente tem que comentar, lugar onde lúcio, oscar, athos e burle deixaram rastros não teria como sair diferente. mas, mais que isso – e onde é única a nossa experiência – ali tem histórias escondidas, gente rara e pioneira, segredinhos desses que sabe bem quem ali viveu. se tem algo que ser humano faz bem é isso de criar seus improvisos no planejado. e lá, numa conversa dessas de meio de quadra, descobrimos sobre vivências que não estavam no projeto. iria imaginar bule marx que suas arvores enfileiradas serviriam para jogos de parkour entre crianças e, vá experimentar, adultos?! que o concreto do espelho d’ agua para o desafio da travessia sem olhar os próprios pés? saberia que o mesmo do dono da banquinha manteria fiel seu gosto dado a prosa com lhe dedicasse um tempinho? saberia do porteiro que por mais de quarenta e cinco anos faz que seja em segurança o caminho das crianças ao colégio? saberia que a raiz do pe de ficus fez por dentro uma passagem com a lenda de ser local onde se realizam pedidos?

IMG-20170706-WA0055

espelho d’água

pois bem, você precisa saber o que foi planejado. e o que não foi ❤

a possibilidade de vizinhança no modelo da superquadra já é coisa de fazer coração bater. há o que sai do previsto, claro. e no meio disso há o que se admirar também. uma cidade com espaço para todos ❤

sonho é possível.

vai lá ver.

 bora?
reserve aqui e vem com a gente
IMG-20170706-WA0054
 texto: Bruna Viana
fotografia: Paula Carrubba
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s